ACONTECE NA CÂMARA

A sessão ordinária realizada na última quinta-feira (01) na Casa Legislativa contou com a presença, para o uso da tribuna popular, do comandante da Guarda Municipal, Allan Matos e da vice-prefeita do município de Alagoinhas, Professora Iraci Gama.

O Comandante da Guarda parabenizou os colegas pelo trabalho que vem sendo realizado, pediu apoio aos vereadores através das suas emendas individuais e discorreu sobre os avanços da corporação e municipalização da segurança pública, agradecendo na sequência ao Prefeito Joaquim Neto pela destinação do valor de 227 mil reais no orçamento deste ano.

A vice-prefeita utilizou a tribuna popular para falar sobre críticas e difamações realizadas por um integrante da imprensa na rádio: “Hoje pela manhã o que ouvi foi longe demais, foi além do limite do suportável e eu senti que teria que fazer alguma coisa. Como a imprensa diz que tem todos os direitos e parece que só direitos, não tem deveres, eu senti que essa casa poderia ser o meu espaço de fala porque cabe aos vereadores fazer a fiscalização do trabalho realizado pelas secretarias…Nós temos todas as provas do quanto a nossa Secretaria produziu do ano passado pra cá a favor da nossa cidade.” Ao final, pontuou ainda: “São 55 anos de vida pública, nunca ninguém teve a petulância de levantar uma palavra que fosse contra a minha dignidade…”.

Os vereadores enalteceram o trabalho realizado pela Professora Iraci Gama e a sua importância como guardiã da memória de Alagoinhas, repudiaram a atitude do radialista e demonstraram solidariedade à vice-prefeita durante os seus discursos.

O vereador Thor de Ninha pontuou: “Eu aprendi que quem deve disputar na verdade são as ideias, as pessoas devem ser preservadas porque as pessoas têm história, tem família, então é importante que as ideias é que possam estar nesse campo da disputa. O que eu tenho ouvido dessa rádio e desse radialista, Evaldo Silva, do Programa Opinião e do Programa da manhã também…Numa sessão onde Luciano entrou com um requerimento para fazer a campanha da fraternidade e discutiu aqui o assunto, à noite o discurso de Luciano foi todo desconstruído por Evaldo Silva. Então, não dá pra gente aceitar.”

Sobre as suposições em relação à ida do vereador Pastor Lins para a base do governo, o mesmo revelou publicamente durante o seu discurso: “Olha, quero deixar bem claro aqui hoje, grave aí, grave aí ó: Eu não faço parte da base do governo Joaquim! Eu não faço, não vou, não quero e não estou…”, ressaltando ainda: “Eu não vou para a base do governo. Pastor Lins não se vende!”.

De autoria do Poder Executivo, soram aprovados os projetos: projeto de lei complementar que concede aumento salarial aos professores e coordenadores pedagógicos da Secretaria Municipal da Educação – SEDUC, projeto de lei complementar que altera as leis complementares nº 122/2017 e 125/2017, atualizando e consolidando a tabela de cargos e vencimentos da Superintendência Municipal de Transportes Trânsito do Município de Alagoinhas e o projeto de lei complementar que altera a lei complementar 122/2017.

De autoria dos vereadores, além das indicações lidas e dos projetos apresentados, foram aprovadas na ocasião as seguintes proposições: projeto de lei de autoria do vereador João Henrique que dispõe sobre a execução do Hino Nacional e do Hino Municipal nas escolas da rede pública e privada, projeto de lei de autoria do vereador Pastor Lins, subscrito pelo vereador Luciano Sérgio que considera de utilidade pública o Lar de Idoso Nossa Senhora do Carmo, com sede e foro nesta cidade, dois requerimentos de autoria do vereador Luciano Almeida solicitando a realização de Audiência Pública com objetivo de tratar do Dia Municipal de Conscientização do Autismo, e a fim de que seja encaminhada uma correspondência ao secretário municipal de serviços públicos, Harnoldo Azi, e ao secretário municipal de fazenda, Daniel Grave, convidando os mesmo a comparecerem à Casa Legislativa para tratarem das questões referentes à iluminação pública, mais especificamente da CIP – Contribuição de Custeio do Serviço de Iluminação Pública.

Foi aprovada também uma moção de louvor e aplausos ao Colégio Dínamo pelos 40 anos de existência, de autoria do vereador Anderson Baqueiro e uma moção de repúdio e indignação ao subtenente Evaldo Silva Santos, lotado no 4º BPM nesta cidade, de autoria dos senhores vereadores.

A próxima sessão ordinária será realizada no dia 06 de março, às 15h (horário regimental).

Ascom – Câmara Municipal de Alagoinhas

Foto – Kekeu Barreto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

fale conosco