Acontece na Câmara

A sessão ordinária realizada na última terça-feira (30), foi marcada pela presença de professores e alunos do Colégio Estadual Luiz Navarro de Brito. A professora Jandira Dantas e Eliana Trindade, estudante do ensino médio, usaram a tribuna popular para falar sobre o desenvolvimento do projeto “Cidadania em Ação”, que aborda questões referentes ao município de Alagoinhas, assim como a importância de exercer a cidadania a partir da juventude.

A aluna destacou que foi discutido em sala de aula a importância da participação popular nas sessões realizadas na Câmara como forma de exercício da cidadania, e entregou ao vereador Pastor Lins (escolhido para ser o porta-voz) o projeto desenvolvido no Colégio, com o intuito que o mesmo seja socializado na Casa Legislativa nas próximas sessões. No plenário, os alunos acompanharam todo o andamento da sessão.

O presidente Roberto Torres saudou os estudantes, e ressaltou: “É um prazer receber aqui esses jovens estudantes que são o futuro do país. Sintam-se em casa, é uma honra tê-los aqui!”. Logo após, o vereador Pastor Lins pontuou: “Nós ficamos felizes por saber, por ter brotado no coração dos professores, dos alunos, o interesse em saber como essa casa funciona, o que essa casa pode fazer no sentido de melhorias, através das leis, através do trabalho dos vereadores para com a cidade de Alagoinhas.”

Durante o pronunciamento dos parlamentares o vereador João Henrique salientou : “Eu não podia deixar esta tarde, na primeira sessão subsequente ao resultado das eleições de trazer o nosso comentário do que nós esperamos do país daqui pra frente. Passadas as eleições em primeiro lugar o seu vencedor, porque foi legitimado pelo resultado das urnas, tem que ter a grandeza de unir o país, de pacificar o país e caminhar em frente: em frente ao desenvolvimento, em frente ao que o seu próprio discurso após a eleição de consolidação da democracia, de respeito à legislação e a nossa constituição.”

Complementando ainda: “E nós temos que estar, como representantes do povo na menor esfera que é no município, na Câmara Municipal, vigilantes e atentos para que a democracia seja realmente cumprida, para que as instituições sejam respeitadas, para que a nossa legislação esteja sempre à frente dos atos do poder executivo nacional. E não podemos de maneira alguma retroagir, retroceder em conquistas históricas do nosso povo, das minorias, dos negros, das mulheres. Caberá a nós estarmos atentos e vigilantes, e fazermos essa cobrança pública para que esses direitos não sejam violados de maneira alguma. No mais, é aguardar com esperança de que o próximo presidente tenha a função de unir o país e de levar o país ao desenvolvimento.”

Após discursos dos parlamentares sobre as eleições e o atual cenário nacional, o vereador Thor de Ninha ressaltou: “Só para finalizar eu quero pedir ao vereador Cleto que é líder da bancada de governo, já discutimos todas as questões das eleições, vamos voltar para o nosso município que nós estamos sem médico no posto do Mangalô, Flávio Cavalcanti, há 4 meses. A médica de lá teve bebê e está de licença, e ficará 7 meses de licença que é direito dela, mas não é justo que a população do Mangalô (grande população) esteja sem médico esse tempo inteiro. Então eu quero sugerir que a secretaria possa substituir, colocar um médico lá interino até que a médica possa retornar àquela comunidade.”

Constou na ordem do dia, o projeto de lei nº 041/2018 que apresenta o Veto Total à Redação Final ao Projeto de Lei nº 005/2018, apreciado e aprovado o veto em uma única discussão.

A próxima sessão será realizada no dia 01 de novembro (quinta-feira), em horário regimental, às 15h.

Ascom – Câmara Municipal de Alagoinhas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

fale conosco