Micareta de Alagoinhas sob suspeição de superfaturamento, afirma vereador

Radiovaldo VE Jorge-Mendes

 

O vereador Radiovaldo Costa (Rede Sustentabilidade) não tem dúvidas que esse Micareta de Alagoinhas, realizado entre 19 e 22 último, teve cunho eleitoral, além de uso do dinheiro público em benefício de seus organizadores.

 

A prova disso ele obteve quando manteve contato com uma banda que se apresentou na cidade, identificando-se como produtor da cidade de Ribeira do Pombal, cuja banda, bastante conhecida do meio cultural, lhe cobrou um cachê de R$ 20 mil para tocar na cidade proposta, enquanto em Alagoinhas obteve um cachê superior a 100%, chegando a R$ 45 mil.

 

A denúncia será levada, segundo o vereador, aos órgãos de fiscalização do uso do dinheiro público como Ministério Público e Tribunal de Contas dos Municípios, garante Radiovaldo Costa.

 

“Eu tenho a gravação da negociação que fiz com o dono da banda e posso aprenetá-la aos órgãos competentes, que deverão adotar as medidas cabíveis ao fato”, afirmou o vereador da Rede.

FOTOS: Bigu Góes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + seis =

Ouvidoria

perm_phone_msg (75) 3318-3319
Horários de funcionamento. Segunda à quinta-feira: 08h às 13h, 14h às 17h. Sexta: 8h às 13h