Saúde volta a ser assunto do dia na Câmara de Alagoinhas

IMG_1753Mesmo com o vereador José Edésio Cardoso propondo que a discussão fosse em outra vertente, a situação da saúde em Alagoinhas voltou a ser a pauta principal na sessão plenária de hoje (10).
Oito dos 17 vereadores abordaram o assunto. Dantas Bião, nova empresa administradora, visita ao secretário da Saúde, melhoria no atendimento nos postos de saúde da rede municipal e novembro azul foram temas recorrentes entre vários edis.
O vereador Jorge Mendes voltou a falar da situação da saúde no distrito de Riacho da Guia, mas lembrou que em entrevista a uma emissora de rádio o médico Luiz Marques afirmou que o hospital volta a fazer cirurgias eletivas a partir da próxima sexta-feira, 13.
Antônio Carlos Cabeça abordou a situação da nova empresa que administra o hospital Regional Dantas Bião, as dificuldades de atendimento e responsabilizou o Governo do Estado pelo caos na saúde do município. E falou também que a nova empresa que está administrando o Dantas Bião não tem compromisso com Alagoinhas. “É inaceitável que 12 pacientes sejam atendidos na UTI por apenas um funcionário”, denunciou Cabeça.
Jenser Souza abordou a situação do posto de saúde da localidade de Narandiba. Segundo ele não há previsão de quando aquela unidade será reformada, e que hoje serve apenas para aplicar vacinas.
O vereador Arão José disse que o seu gabinete criou o SOS Saúde, desenvolvido com o apoio de quatro municípios, Antas, Esplanada, Salvador e Santo Amaro. Ele questionou o porque do cartão SUS não ser aceito em Salvador.
O vereador José Edésio Cardoso disse que enquanto a Câmara não receber o contrato entre a nova empresa e o Governo do Estado nada poderá ser dito. “Espero que não aconteça o mesmo que aconteceu na época do Monte Tabor, quando pedimos a cópia do contrato e nunca conseguimos”, reclamou Edésio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

fale conosco