Cafe da Manhã na Câmara Municipal marca mais uma etapa do Março Mulher

Um café da manhã na Câmara Municipal nesta quarta-feira (8), Dia Internacional da Mulheres, marcou mais uma etapa do Março Mulher, organizado pelo poder legislativo, por meio da Procuradoria da Mulher, Secretaria Municipal de Assistência Social e Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher.

A alegria e o comprometimento com avanços de amplos direitos das mulheres foram as marcas do encontro entre mulheres de diversos segmentos da sociedade alagoinhense.

O grupo de atividades físicas do professor Memo, composto apenas por mulheres, deu tom de alegria, energia e de integração ao evento realizado neste dia 8 de março na Câmara Municipal.

Segundo a vereadora Juci Cardoso, as ações do Março Mulher oportunizam a organização das mulheres e possibilitam a reflexão da condição culturalmente subalternizada. A vereadora salienta que as diversas atividades ao longo do mês estão voltadas para a garantia de direitos das mulheres.

A delegada Lélia Maria Raimundi, titular da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher, assinala que o trabalho sob a responsabilidade da unidade policial apresenta resultados e os números de ocorrências provam que as mulheres estão mais decididas em denunciar a violência. Outro ponto considerado relevante para o trabalho, de acordo com a delegada, é preservar as identidades da mulher agredida e do agressor. “Agimos no sentido de elucidar o crime, mas sem publicizar os nomes, pois um dos objetivos do nosso trabalho é acolher a mulher agredida”, pontua.

Para o juiz Luciano Ribeiro, da 2ª Vara Criminal e de Violência Doméstica da Comarca de Alagoinhas, o Tribunal de Justiça está voltado para a garantia dos direitos das mulheres e participa ativamente da rede de proteção. “Estamos à disposição da sociedade”, assegurou.

A vereadora Luma Menezes registra que o Março Mulher é um momento importante para o debate de temas diversos que impactam na vida das mulheres, mas que o trabalho de proteção às mulheres deve ser contínuo. “A mulher tem o direito de ser o que ela quiser”, exclama a parlamentar, a mais jovem da Casa.

A empatia e a busca de objetivos comuns, mesmo entre pessoas que discordam das abordagens de vários temas de impacto social, são, para a vereadora Jaldice Nunes as causas que movem tantas mulheres que têm se reunido em torno do Março Mulher. “Estamos juntas nesta luta”, diz.

Decana da Câmara Municipal, a vereadora Raimunda Florêncio enfrentou ao longo de seus mandatos violências políticas de variadas ordens. “Hoje, com a presença de mais três vereadoras nesta Casa, a situação está melhorando e com a união de todas vamos avançar muito mais”, enfatiza.

Procuradoria da Mulher
Instalada em 2021, a Procuradoria da Mulher da Câmara Municipal é mais um órgão institucional que se junta à rede de proteção às mulheres alagoinhenses e tem como objetivos debater e implementar políticas públicas que assegurem avanços dos direitos das mulheres.

Com a Procuradoria da Mulher, o poder legislativo demonstra na prática que as questões que atingem as mulheres estão na pauta da Casa e que as vereadoras que compõem o colegiado se posicionam claramente na defesa de um conjunto de leis e de políticas públicas que garantam a proteção das mulheres.

Ascom – Câmara Municipal de Alagoinhas
Fotos – Jhô Paz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 3 =

Ouvidoria

Horários de funcionamento.
Segunda à quinta-feira: 08h às 13h, 14h às 17h. Sexta: 8h às 13h
perm_phone_msg (75) 3318-3319

Onde Estamos?