Câmara de Alagoinhas aprova LDO com 11 emendas de vereador da oposição

PAG. 12 FT 2“O que Luciano Sérgio fez foi uma esteira, uma base para que pudéssemos aprofundar um pouco mais nos detalhes da LDO – Lei de Diretrizes e Bases, e serviu para ajustar diversos pontos que ficaram em aberto no projeto”. A declaração foi feita hoje (28) pelo líder da bancada Governista na Câmara Municipal de Alagoinhas, vereador Gilson Guimarães, durante discussão e votação da LDO.

O projeto foi aprovado juntamente com as 11 emendas apresentadas pelo vereador Luciano Sérgio (PT), que fez um estudo detalhado da LDO e teve como base uma audiência pública realizada pelo Executivo e que discutiu ponto a ponto.

Quando o projeto foi apresentado para apreciação em plenário, o vereador Luciano Sérgio percebeu que alguns pontos apresentados na audiência pública não mais constavam em seu teor. Infraestrutura, saúde, educação, transporte e cultura sofreram alterações e por isso ganharam as emendas do vereador.

Um dos destaques foi a ausência do projeto de implantação dos polos de academia da saúde, mas outros pontos foram considerados importantes como a construção da CAPs AD, atendimento às pessoas portadoras de deficiências múltiplas, implantação do centro de acolhimento ao morador de rua, um plano de gestão das ações do centro de referência ao morador de rua, reforma do Mercado do Artesão, gestão das ações da indústria, limpeza e recuperação de leitos de rios, fontes e lagoas e um que prevê a implantação de sinalização horizontal e vertical de novas vias.

Outro ponto considerado importante e que foi alvo de uma viagem a Brasília é a criação do Centro de Zoonoses em Alagoinhas. Segundo o vereador Luciano Sérgio, já há uma emenda do deputado federal Jorge Solla, de R$ 500 mil, já aprovada no Congresso Nacional, mas que não consta da LDO. Em resposta, o vereador José Edésio Cardoso informou que o projeto não foi colocado na LDO em função de seu alto custo de manutenção. “Implantar um Centro de Zoonoses pode ter um custo relativamente baixo, mas sua manutenção é cara, citando a cidade de Vitória da Conquista, rica e com quase o triplo da população de Alagoinhas ainda não possuir um centro semelhante ao proposto pelo vereador”, disse Edésio.

Lenaldo Simões sugeriu que fosse implementado o projeto da escola pública de trânsito em Alagoinhas, uma forma, segundo ele, de evitar apreensões de veículos e motoristas sem a CNH – Carteira Nacional de Habilitação. Ele elogiou o colega Luciano Sérgio pela série de emendas apresentadas à LDO.

Na próxima quinta-feira, 30, acontece a segunda e última votação da LDO na Câmara Municipal de Alagoinhas. Logo em seguida o Legislativo entra em recesso.

Vanderley Soares
Assessor de Comunicação Social

FOTO: Bigu Góes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 5 =

Ouvidoria

perm_phone_msg (75) 3318-3319
Horários de funcionamento. Segunda à quinta-feira: 08h às 13h, 14h às 17h. Sexta: 8h às 13h