Cerâmica Fênix pede falência, demite 64 funcionários e não paga rescisão, afirmam vereadores

IMG_1978(1)

Os vereadores Radiovaldo Costa (sem partido) e Caio Ramos receberam uma comissão de ex-trabalhadores da Cerâmica Fênix, inaugurada com pompa e circunstância pelo governo da época como uma das bases da nova economia local.
Segundo Caio Ramos, 64 trabalhadores foram demitidos da empresa nos últimos dias. “Sobraram apenas seis funcionários, mas a empresa já decretou falência e pode fechar as portas a qualquer momento”, disse o vereador.
Já o experiente vereador Radiovaldo Costa, com muitos anos de sindicalismo, disse que aconselhou aos trabalhadores a buscar a Justiça do Trabalho para receberem os meses de salários atrasados e a rescisão trabalhista.
Ele disse lamentar o fato, pois a maioria estava na empresa desde sua inauguração, em 2001. “Era uma grande empregadora no município, mas agora demite 64 trabalhadores, pais de família que precisam de seus rendimentos”, disse o vereador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − 7 =

Ouvidoria

perm_phone_msg (75) 3318-3319
Horários de funcionamento. Segunda à quinta-feira: 08h às 13h, 14h às 17h. Sexta: 8h às 13h