VEREADORAS DE ALAGOINHAS DISCUTEM POLÍTICAS PÚBLICAS PARA MULHERES EM LIVE HISTÓRICA

A live realizada na noite de ontem (08) – Dia Internacional das Mulheres, atraiu muitos seguidores às redes sociais da Câmara Municipal, todos querendo acompanhar de perto e participando ativamente, por meio do envio de perguntas, desse momento histórico na cidade. O evento foi conduzido pela vereadora Juci Cardoso – presidente da Comissão de Saúde, Assistência Social, Saneamento e Meio Ambiente e do Direito do Idoso.

Juci contextualizou a presença das mulheres na política: “Alagoinhas tem 167 anos de emancipada, 81 anos depois da emancipação veio o voto feminino e nesses 89 anos que as mulheres votam no Brasil, Alagoinhas teve até essa legislatura apenas sete mulheres vereadoras…Historicamente na última eleição, quatro mulheres foram eleitas”, e justificou a ausência da vereadora Raimunda Florêncio, que não pode participar por motivos de saúde.

Um dos pontos mais importantes referiu-se à produção legislativa das vereadoras, foram citados os projetos que já estão em tramitação, a exemplo da proposta de criação da procuradoria especial da mulher na Câmara, criação do fundo de garantias de direitos das mulheres, elaboração do Plano Municipal de Políticas para as Mulheres, inclusão da Lei 11.340/2006 (Lei Maria da Penha) nas escolas municipais de Alagoinhas e inclusão de conceitos de empreendedorismo na rede municipal de ensino, entre outros.

A vereadora Luma Menezes falou da necessidade de considerar as especificidades e fazer recortes para atender todas as mulheres de Alagoinhas e região: “É necessário falar sobre a importância de lutar e de garantir também o direito das mulheres negras, pensar e discutir a importância da juventude de mulheres, lutar para que a garantia do direito das mulheres não CIS, travestis e transexuais também seja pensada e discutida nessa Casa.”

Durante o pronunciamento, a vereadora Jaldice Nunes ressaltou: “Acreditamos na força da política como um instrumento que pode transformar a vida das pessoas”, falando também sobre coragem: “Que turbilhão de emoções temos passado esses últimos dias: momento de luto, momento de dor, morte e ao mesmo tempo a gente procura fé, força, esperança. E, no meio dessa pandemia, estamos aqui para falar sobre políticas públicas para nós mulheres, que sofremos ao longo da história tantas injustiças sociais”.

Ludmilla Fiscina citou ações que estão sendo realizadas pela equipe da SEMAS. Em relação ao CRAS – Centro de Referência da Assistência Social, pontuou: “Queremos atender cada bairro de Alagoinhas”, esclarecendo ainda que a secretaria está diretamente ligada à situações que envolvem vulnerabilidade. Lembrou ainda a satisfação de ter recebido recentemente as vereadoras para uma reunião: “Pra mim foi algo fantástico quando eu recebi vocês na secretaria, onde eu disse: O mês de março não será só rodas de conversa – que também é algo importante, mas sim, vamos elaborar e deixo aqui bem claro que nós aqui estamos construindo algo pra vocês”.

Dando seguimento as ações programadas para o mês da mulher, no dia 30 de março, às 15h, será realizada uma Sessão Solene que homenageará as trabalhadoras da saúde de Alagoinhas e região, que estão atuando na linha de frente no combate à pandemia.

Mariana Villanova
Câmara Municipal de Alagoinhas
Assessoria de Comunicação – Ascom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 3 =

Ouvidoria

perm_phone_msg (75) 3318-3319
Horários de funcionamento. Segunda à quinta-feira: 08h às 13h, 14h às 17h. Sexta: 8h às 13h