GEORREFERENCIAMENTO É TEMA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA NA CÂMARA

Na última terça-feira (12/11), foi realizada na Câmara Municipal de Alagoinhas, uma Audiência Pública para tratar do Georreferenciamento do município. O encontro foi uma iniciativa do vereador Luciano Sérgio, e contou com a participação da especialista em geoprocessamento, Flávia Manoela.

Na ocasião, foi formada uma roda de conversa na qual além do vereador autor, participaram: o vereador Thor de Ninha, a especialista em geoprocessamento, representantes do sindicato dos comerciários, SAAE, SESEP, SIRETRAN, estudantes da Uneb, presidentes de associações e a representação da vigilância sanitária.

Durante a audiência, Flávia explicou acerca da ferramenta que foi contratada por cinco milhões pela prefeitura, qual a importância e aplicação dela dentro das secretárias da prefeitura.

O Geoprocessamento tem como função realizar o mapeamento urbano em diversas camadas, realizando análises geográficas, espaciais e topológicas, fundamentais para a obtenção de informações que ajudarão no bom funcionamento dos sistemas de gestão e a resolução das problemáticas do município.

Em termos práticos, a implantação da ferramenta de georreferenciamento possibilitaria, por exemplo, mapear a necessidade de um posto de saúde, escola, iluminação pública em determinada localidade, diminuindo os custos da prefeitura, que poderão ser investidos em outras áreas.

Na ocasião, participantes da audiência tiraram dúvidas e debateram sobre a necessidade dessa ferramenta para o desenvolvimento de Alagoinhas, bem como o retorno real do investimento feito pela atual gestão municipal.

Ascom – Câmara Municipal de Alagoinhas
Foto – Kekeu Barreto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

fale conosco