Prestação de contas na Câmara promete ser uma das mais movimentadas

Câmara, chuva, João 005Uma das sessões mais aguardadas de todos os tempos, a prestação de contas do quadrimestre por parte da equipe econômica da Prefeitura de Alagoinhas promete ser uma das mais concorridas de todos os tempos, face aos últimos acontecimentos motivados pela falta de pagamento, demissão de pessoal e abandono da cidade por parte do prefeito atual.

 

A sessão vai acontecer na quinta-feira, 20, no horário regimental, 14h30min, e será transmitida pela Rádio Nova AM 1.240. Mas a previsão é de Casa cheia, plenário lotado para saber por quanto andam as finanças municipais no pós-eleição.

 

O vereador Radiovaldo Costa (Rede), está curioso para conhecer os números que serão apresentados pela equipe econômica, pois ele tem acompanhado de perto a situação da Prefeitura e, numa delas, a dos motoristas de ônibus escolares, a administração deixou de pagar por falta de recursos e os alunos ficaram vários dias sem aula. O pagamento ficou de ser feito hoje (18), mas até o final da tarde o vereador disse que os motoristas não confirmaram o crédito.

 

O vereador Jorge Mendes (PSDB) foi mais radical ao afirmar que o prefeito gasta o dinheiro da forma que lhe convém. “Tudo de ruim está acontecendo nesta administração, de demissão a falta de pagamento, cancelamento de contratos, mas o prefeito, ah, esse é um dos mais ricos da cidade, cujo patrimônio supera os R$ 20 milhões”, afirmou Jorge, que atribui a sua não reeleição a perseguições políticas por parte do chefe do Executivo.

 

O vereador Luciano Sérgio, que garantiu sua reeleição no PT, disse que há três meses atrás o PC era o “Bom da Boca, mas hoje é odiado, desprezado e achincalhado. “O Poder é incrível, e Paulo Cézar está bebendo do próprio veneno, mas, está acostumado a dar dribles, a prometer, e cometeu erros capitais, como dividir o Governo em Ilhas, uma era dos Azi, outra dele e a outra da Primeira Dama, deu no que deu”, disse o vereador Luciano Sérgio, que ao final não poupou críticas aos oportunistas e lembrou a citação do vereador Arão José do voto “Cachorro Quente”, aquele onde tem dois santinhos em cada lado e no meio uma nota valiosa, era o preço do voto, afirmou o vereador sem citar nomes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

fale conosco