Vereadora Luma Menezes denuncia morte de feto por falta de vacina anti-Rh

Na sessão ordinária de ontem (3), a vereadora Luma Menezes fez uma grave denúncia sobre a falta de vacina de anticorpos anti-Rh para grávidas que têm sangue Rh negativo. A vacina é necessária para preservar o feto com Rh diferente da mãe. A parlamentar informou que no fim de semana uma mulher perdeu o feto por não ter sido vacinada. O Ministério Público será notificado.

A vereadora alertou para a gravidade do fato, argumentando: “A partir do momento em que o nosso corpo identifica esta tipificação diferente começa a criar anticorpos que levam, de fato, ao óbito do feto que estava sendo gerado”, salientou, acrescentando que “a situação é um absurdo”.

A parlamentar criticou, também, a demora na entrega do Hospital Materno-Infantil, prometido pela administração municipal para o início de 2023. “Até a entrega da nova unidade de saúde vamos continuar enfrentando as debilidades da maternidade?”, questionou. “Estamos falando de risco de morte”, alertou para a gravidade do problema e o perigo de outras grávidas perderem seus fetos pela falta da vacina na rede municipal de saúde.

Ascom – Câmara Municipal de Alagoinhas

Foto – Jhô Paz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − quatro =

Ouvidoria

Horários de funcionamento.
Segunda à quinta-feira: 08h às 13h, 14h às 17h. Sexta: 8h às 13h
perm_phone_msg (75) 3318-3319

Onde Estamos?